Receita Federal intensifica combate à inadimplência
17 de setembro de 2012 22:24

A Receita Federal inicia procedimentos de exclusão em lote das empresas devedoras do Simples Nacional, a cobrança das pessoas físicas e jurídicas que se encontram inadimplentes com parcelas do parcelamento da Lei nº 11.941/2009 e institui procedimento especial para cobrança de grandes devedores.

Exclusão do Simples Nacional

A partir de hoje, 17, começam a ser emitidos Atos Declaratórios Executivos (ADE) de Exclusão do regime do Simples Nacional para as 441.149 empresas optantes que se encontram inadimplentes com relação aos tributos administrados pela RFB e pela Procuradoria da Fazenda Nacional (PFN). O valor total dos débitos atinge o montante de R$ 38,7 bilhões.

O contribuinte em débito terá 30 dias para regularizar suas pendências e para isso poderá gerar a guia para pagamento à vista ou solicitar o parcelamento, diretamente no Portal do e-CAC, no sítio da RFB na internet (www.receita.fazenda.gov.br), onde constam todas as instruções para a regularização da dívida.

A não regularização dos débitos implicará a exclusão automática da pessoa jurídica do Simples Nacional a partir de 1º de janeiro de 2013.

Cobrança dos Inadimplentes da Lei nº 11.941/2009

Foi iniciado processo de cobrança de 100.424 contribuintes, pessoas física e jurídica, inadimplentes com pelo menos uma parcela de qualquer modalidade do parcelamento da Lei n º 11.941/2009. O valor dos débitos em atraso totaliza R$ 5,3 bilhões.

Foram emitidas cartas, via Correios e caixa postal eletrônica no Portal e-CAC, para todos os contribuintes inadimplentes, alertando para a situação e orientando como devem proceder para se regularizar.

Essa é a oportunidade para que esses contribuintes possam evitar a exclusão do parcelamento e o consequente prosseguimento da cobrança da dívida com a exclusão de todos os benefícios concedidos pela Lei.

O contribuinte inadimplente para se regularizar poderá gerar a guia para pagamento diretamente no Portal do e-CAC, no sítio da RFB na internet (www.receita.fazenda.gov.br), onde constam todas as instruções para a regularização da dívida.

Cobrança Especial de Grandes Devedores

A partir desse mês inicia-se um programa especial, de âmbito nacional, que visa a intensificar a cobrança dos maiores devedores da RFB. Para isso serão utilizadas ferramentas que permitem uma análise mais minuciosa do perfil de cada contribuinte e uma comunicação mais direta e personalizada com os responsáveis pelos débitos, além da utilização de instrumentos coercitivos previstos na legislação para a recuperação do crédito tributário. Nessa primeira fase serão cobrados 317 contribuintes com débito total de R$ 42 bilhões.

viaReceita Federal intensifica combate à inadimplência.

Comentários estão fechados

Comente diretamente no seu Facebook

Outras Notícias

  • Tributária



    Parcelamento de débitos do IRPJ e da CSLL incidentes sobre os lucros no exterior

    Regulamentado o parcelamento de débitos do IRPJ e da CSLL incidentes sobre os lucros no exterior A Lei nº 12.865, publicada em 10 de outubro de 2013, instituiu parcelamento de débitos do IRPJ e da CSLL incidentes sobre os lucros auferidos por controlada ou coligada no exterior. As regras, os prazos e as condições estão regulamentados pela Portaria Conjunta da Secretaria da Receita Federal e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional nº 9, publicada no Diário Oficial de hoje. O que [...]

    Leia mais →
  • Legislação



    Destaques do Diário Oficial da União de 16/04/2014

    Destaques do Diário Oficial da União MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES ANTT estabelece a sistemática de identificação dos passageiros dos serviços de transportes MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL Governo reconhece situação de emergência de 14 municípios sergipanos atingidos pela seca MMA Divulgada nova lista das espécies da flora e fauna em perigo de extinção MEC Mais cursos superiores de graduação foram autorizados pelo Ministério da Educação MFZ Portaria autoriza ajuste de juros em crédito do BNDES e pela Finep PR Anac divulga classificação [...]

    Leia mais →
  • Adm. Tributária



    Alterada a suspensão do IPI e a não incidência do PIS/Cofins na exportação

    Diário Oficial da União publica hoje a IN RFB 1.462, que altera os arts. 2º, 6º e 7º da Instrução Normativa RFB nº 1.152/2011, a qual dispõe sobre a suspensão do IPI e a não incidência da contribuição para o PIS/Cofins na exportação de mercadorias.

    Leia mais →
  • Tributária



    Empresários de Rio Preto são condenados por sonegar R$ 1,2 mi

    Allan de Abreu A Justiça Federal condenou os rio-pretenses Valder Antônio Alves, o Macaúba, e Vinicius dos Santos Vulpini a três anos e dez meses de prisão em regime fechado por crime contra a ordem tributária. Ambos foram apontados como os donos da Fri Norte Comércio e Indústria de Carnes, empresa de fachada que sonegou R$ 1,29 milhão em impostos em um megaesquema de fraude fiscal no comércio de carnes da região investigado pela Polícia Federal na Operação Grandes Lagos. [...]

    Leia mais →
  • Tributária



    Imposto de Renda: Assinatura digital agiliza processos

    A jornalista Rosane de Souza teve de enfrentar o temor do Fisco ao cair na malha fina, em 2010, por conta dos ganhos auferidos em uma causa trabalhista. O juiz determinou o pagamento de R$ 313.954; a advogada ficou com honorários de R$ 91.337, relativos a 30% do total; o INSS abocanhou R$ 9.495; e o imposto de renda reteve R$ 61.459. Ao fazer a declaração no exercício de 2010, ano calendário 2009, Rosane declarou todos esses descontos e um [...]

    Leia mais →
  • Artigos



    Contribuinte executado paga mesmo quando ganha

    Por Igor Mauler Santiago As execuções fiscais são um estorvo para o Judiciário. Em 2012, por exemplo, elas representavam 31,75% dos 92,2 milhões de processos ativos no país[1]. A forma de lidar com o problema, porém, tem privilegiado apenas uma das partes, quando é certo que Estado e contribuinte têm no mínimo igual responsabilidade pelo seu agravamento: aquele, por editar normas inválidas e lavrar autuações defeituosas, dando origem a um mar de execuções inviáveis; os maus contribuintes, por frustrarem, não-raro [...]

    Leia mais →
  • RSS
  • Facebook
  • Twitter