Há efetivo abandono de emprego se não configurado motivo para justa causa patronal
17 de junho de 2012 22:20

Em acórdão da 9ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, a desembargadora Maria da Conceição Batista entendeu que o empregado somente poderá postular rescisão indireta, ausentando-se do serviço, quando o empregador não cumprir as obrigações do contrato, ou quando o empregado tarefeiro tiver seu trabalho reduzido, de maneira a afetar o valor dos salários a receber.

O entendimento da magistrada fundamenta-se nas alíneas “d” e “g” do artigo 483 da CLT, bem como no parágrafo 3º do mesmo comando legal, que facultam ao empregado considerar rescindido o contrato – com afastamento do serviço – se o pedido decorrer de descumprimento das obrigações contratuais ou de diminuição do trabalho, no caso do tarefeiro. Dessa forma, a hipótese de rescisão baseada em suposto assédio moral não é abrangida pelo respectivo artigo.

Logo, a desembargadora concluiu que há abandono de emprego quando não configurado o motivo propalado para a justa causa patronal (rescisão indireta), sobretudo quando demonstrado o não atendimento do empregado ao chamamento para retomar sua atividade laboral junto à empresa.

O recurso da empregadora, portanto, foi provido nesse particular, já que ficou claro que a empresa não incorreu em prática faltosa que comprometesse ou inviabilizasse a continuidade da relação empregatícia, não restando configurado o alegado assédio moral. O entendimento encontra-se em consonância com recente decisão do TST, que diz: “não demonstrada qualquer falta grave da empregadora e evidenciado o desligamento espontâneo da reclamante, inclusive com recusa em voltar ao emprego após regular notificação, resta patente o abandono, como motivo da rescisão contratual”.

http://www.trt2.gov.br/

Comentários estão fechados

Comente diretamente no seu Facebook

Outras Notícias

  • Trab. Previdência



    Esposa consegue anular penhora de imóvel do marido em execução trabalhista

    A Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho liberou da penhora um apartamento já arrematado em execução trabalhista. A Turma acolheu recurso interposto pela esposa do ex-sócio da empresa devedora. Embora ela não tivesse direito à metade do bem, o imóvel era o único bem da família e, segundo os ministros, a manutenção da penhora contrariaria o direito à moradia, protegido pela Constituição Federal, e a Lei 8.009/90, que garante a impenhorabilidade. O imóvel, situado em Belo Horizonte (MG), é [...]

    Leia mais →
  • Trab. Previdência



    12ª Turma: o município nas relações trabalhistas equipara-se ao particular

    A 12ª Turma do TRT da 2ª Região (SP) manteve decisão de primeiro grau que havia declarado a revelia e aplicou a pena de confissão ficta ao Município de São Caetano do Sul. O município foi regularmente intimado a comparecer à audiência de instrução e prosseguimento, mas o seu representante não foi. Por isso, o ente público teve declarada a sua revelia e sofreu a aplicação da pena de confissão quanto à matéria de fato. Isso ocasionou a condenação da [...]

    Leia mais →
  • Tributária



    Governo publica MP para facilitar quitação de dívidas tributárias

    O secretário executivo adjunto do Ministério da Fazenda, Dyogo Henrique, disse que a Medida Provisória (MP) 651 publicada hoje no Diário Oficial da União dá continuidade à melhoria da competitividade da economia e ao financiamento adequado ao crescimento, além de estimular a poupança de longo prazo no país. “São medidas que se coadunam com atuações que temos tido há vários anos. Outras já estavam em vigor. É a ação bastante coerente com o que temos feito ao longo do tempo” [...]

    Leia mais →
  • Legislação



    Ementário de legislação de 10/07/2014

    LEGISLAÇÃO FEDERAL MEDIDA PROVISÓRIA Nº 651, DE 9 DE JULHO DE 2014 Dispõe sobre os fundos de índice de renda fixa, sob a responsabilidade tributária na integralização de cotas de fundos ou clubes de investimento por meio da entrega de ativos financeiros; sobre a tributação das operações de empréstimos de ativos financeiros; sobre a isenção de imposto sobre a renda na alienação de ações de empresas pequenas e médias; prorroga o prazo de que trata a Lei nº 12.431, de [...]

    Leia mais →
  • Legislação



    Destaques do Diário Oficial da União de 10/07/2014

    Destaques do Diário Oficial da União MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL Governo reconhece situação de emergência de 124 cidades gaúchas atingidas pelas chuvas PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Anac reajusta tarifas dos aeroportos de Campinas e Guarulhos MC Definidos critérios para desligamento das transmissões analógicas dos serviços de radiodifusão MFZ Aprovada a versão 3.0 para o programa da DCTF mensal MME Leilão de energia de reserva é prorrogado para 31 de outubro MFZ Confaz anuncia nova tabela com preço médio dos combustíveis para [...]

    Leia mais →
  • Adm. Tributária



    Aprovada a versão 3.0 do PGD de débitos e créditos tributários federais – DCTF Mensal

    Foi aprovada a versão 3.0 do Programa Gerador da Declaração (PGD) de DCTF Mensal.   O PGD destina-se ao preenchimento da DCTF Mensal, original ou retificadora, inclusive em situação de extinção, incorporação, fusão e cisão total ou parcial, relativas aos fatos geradores que ocorrerem a contar de 1º.05.2014, nos termos da IN RFB nº 1.110/2010, com as alterações introduzidas pela Instrução Normativa RFB nº 1.478/2014. (Ato Declaratório Executivo Codac nº 21/2014 – DOU 1 de 10.07.2014) via:: NETIOB ::.

    Leia mais →
  • Trab. Previdência



    Divulgado piso salarial do advogado empregado privado no âmbito do Distrito Federal

    O piso salarial do advogado empregado privado, no Distrito Federal, rege-se pela lei em fundamento. O piso salarial do advogado empregado privado, no âmbito do Distrito Federal, é de: a) R$ 2.000,00 mensais, para jornada de até 4 horas diárias ou 20 horas semanais; b) R$ 3.000,00 mensais, em caso de dedicação exclusiva, para jornada de até 8 horas diárias ou 40 horas semanais. (Lei nº 3.568/2014 – DO DF de 10.07.2014) via:: NETIOB ::.

    Leia mais →
  • Adm. Tributária



    Santa Catarina dispõe sobre condição para isenção de equipamentos e instrumentos médico-hospitalares

    Na entrada de aparelhos, máquinas, equipamentos e instrumentos médico-hospitalares ou técnico-científicos laboratoriais, sem similar produzido no País, somente poderá ser aplicada a isenção quando da inexistência de produto similar produzido no Brasil atestada por órgão federal ou entidade representativa; contudo, tal situação somente se constitui em causa impeditiva quando o atestado acusar produção em território catarinense. (Decreto nº 2.286/2014 – DOE SC de 09.07.2014) via:: NETIOB ::.

    Leia mais →
  • Tributária



    Governo publica MP com bondades para indústria e para estimular bolsa

    Medidas foram anunciadas no mês passado pelo ministro Mantega. MP também confirma mudanças no pagamento inicial do ‘Refis da Copa’. Alexandro Martello O governo federal publicou nesta quinta-feira (10) no “Diário Oficial da União” a Medida Provisória 651, que traz uma série de bondades para estimular a competitividade da indústria e, também, mais facilidades para viabilizar a entrada de pequenas e médias empresas na bolsa de valores. As medidas já haviam sido anunciadas no mês passado pelo ministro da Fazenda, [...]

    Leia mais →
  • Trab. Previdência



    Motorista exposto a vibração do veículo tem direito a adicional de insalubridade

    A juíza Maritza Eliane Isidoro, na titularidade da 1ª Vara do Trabalho de Contagem, condenou uma empresa a pagar adicional de insalubridade, em grau médio, a um motorista que se expunha à vibração na condução do veículo de transporte de carga, operando em pisos asfaltados e irregulares entre Sete Lagoas e o Rio de Janeiro. A decisão se baseou em uma perícia que, após as medições devidas, apurou que o reclamante se expunha a níveis de vibração que indicam riscos [...]

    Leia mais →